O QUE É UM PAUSA?

FacebookWhatsApp

O que é pausa?
O que seria fazer uma pausa pra você?
No seu ambiente de trabalho ou na sua escola, uma pausa é quando você fica um determinado tempo sem fazer “nada”, certo?
Eu sei que isso parece meio óbvio, mas torna-se necessário entender os conceitos primeiro, para depois pensar como seria isso na música, no caso, na prática.

DEFINIÇÃO

Pausas musicais são intervalos de tempo onde deve haver silêncio absoluto. É uma certa “parte” na música em que nenhuma nota deve ser tocada.
As pausas podem existir em muitas músicas mas para exercer a leitura correta das pausas, somente com o conhecimento de partituras.
A ilustração das pausas é apresentada na partitura da mesma forma que as notas.
Identifica-se uma pausa, analisando o objeto inserido no pentagrama ou pauta musical.
Exemplo de pausa

LISTAGEM DE PAUSAS

A lista abaixo é um pequeno mapa de estudos para você se localizar na questão dos símbolos de pausas na partitura.
Pra você que está começando a estudar partituras e a pegar algumas canções para tocar, encontrará em quase toda música um símbolo de pausa.
A nomenclatura de todos os símbolos de pausa é exatamente igual aos símbolos de notação musical.
  • Pausa de Semibreve
  • Pausa de Mínima
  • Pausa de Semínima
  • Pausa de Colcheia
  • Pausa de Semicolcheia
  • Pausa de Fusa
  • Pausa de Semifusa
Pausa de Semibreve
Pausa de Semibreve
Pausa de Mínima
Pausa de Mínima
Pausa de Semínima
Pausa de Semínima
Pausa de Colcheia
Pausa de Semicolcheia
Pausa de Fusa
Pausa de Semifusa

CONCLUINDO

Se você ficou meio perdido nesse assunto, tudo bem, isso é normal no começo, mas para que você possa entender como funciona a pausa, recomendo que estude primeiro sobre partitura e sobre seus conceitos e ideias principais.
Para isso conheça nosso Grande Dicionário Musical Online, e estude os diversos temas relacionados à música, garanto que eles vão lhe ajudar no entendimento de diversos assuntos.
Bons estudos!

COMO SER UM MÚSICO EXCELENTE A EXEMPLO DE DAVI


"Um dos servos declarou: Conheço um filho de Isaí de Belém que sabe tocar muito bem: é valente e forte, fala bem, tem um belo rosto, e o Senhor está com ele." (I Samuel 16,18)

- SABIA TOCAR MUITO BEM:
Acabe de vez com aquela "justificativa" de que não é músico profissional e que pra Deus está bom. Procure se aperfeiçoar cada vez mais, afinal a unção passa pela qualidade, sim!

- ERA VALENTE E FORTE:
Um músico de Deus precisa ser valente e forte. Não pode ser tímido, medroso, precisa ter autoconfiança, ser destemido e disposto a pagar o preço, literalmente. Precisa pedir o Espírito Santo todo santo dia!

- TINHA UM BELO ROSTO:
Cuide da aparência! É importantíssimo. Sempre que possível, em meio a correria, leve uma toalha, um sabonete. Lave o rosto. E se você for mulher, que tal uma maquiagem moderada? Vai ajudar na hora de ministrar. Embora o cansaço seja meu, meu rosto é dos irmãos, como disse Santa Terezinha: "O coração é meu, então pode sofrer... mas o rosto é do irmão, deve sorrir!"

- ESTAVA O SENHOR COM ELE:
Seja amigo(a) de Deus. Ande com Ele. Quando você é íntimo de Deus, você toca/canta e a graça acontece! Sabe aquela sensação de que você realmente foi canal e que o serviço foi proveitoso e eficaz? É essa a sensação de quem procura sempre conhecer o Senhor da música e não somente a música do Senhor.

Curta: https://www.facebook.com/projetolevi/
Siga: https://www.instagram.com/projetolevi/

Projeto Levi
Por: @adilsoncrv
Deus te abençoe sempre!

7 Coisas que os músicos raramente confessam

Se você é músico ou só adora tocar seu violão por aí, já sabe que tem algumas coisas que raramente são faladas, mas que passa pela cabeça do músico… ah, isso passa.
Seja uma insegurança a respeito daquele solo, a resposta que você queria dar pra galera que te pede pra tocar uma música difícil, a eterna busca pela palheta…
Tá cansado de ficar sozinho nessa? Não se preocupe, a gente te entende.
Veja só se você já não passou por uma (ou todas) essas situações:

1. Mal sabem eles como é terrível afinar aquela mizinha… =(

2. E quando ela estoura??? =0

3. Posso tocar o que eu quiser? Obrigado, de nada.

4.  Quando você finalmente pega aquela música…

5.  Tem hora que bate uma deprê…

6. Mas nem tudo está perdido: sempre tem quem elogie!

7.  Mas não há nada pior do que ser incompreendido…

Lembrando que no Cifra Club tem aulas para todos os gostos e para guitarristas, baixistas, violeiros de churrasco…

O músico e o poder de influenciar as pessoas


Estive pensando sobre o serviço que desempenhamos nas comunidades paroquiais e na evangelização em geral, concluí que ministério de música não é um fim, e sim, um meio. Existe algo além da música que fazemos, não é simplesmente aprender a tocar e cantar as canções.

Quando falamos sobre ministério de música, estamos falando sobre “SERVIR PESSOAS,” isso diz respeito à “MINHA VIDA com Deus” e “MINHA VIDA com as pessoas” também. (Cf. I Cor. 11). Estamos falando sobre um “poder de INFLUÊNCIA”, estamos transmitindo uma mensagem para as pessoas. E essa liderança acontece de fato quando a “NOSSA VIDA” se torna uma “CARTA VIVA” para as pessoas.

Quando subimos no altar, no palco ou nos colocamos à frente, aquilo que cantamos se torna VERDADE para as pessoas quando a nossa vida traz um respaldo de fato para isso. As pessoas captam de nós essa verdade.

Nós que estamos à frente, prestamos um serviço e devemos trazer uma mensagem de vida e encorajamento. Seu for ensinar um caminho é necessário que eu já tenha trilhado esse caminho.

Como poderíamos convocar um povo a exaltar o nome de Deus se não temos uma VIDA COM O SENHOR? Como incentivar o povo a ler a bíblia, a confessar seus pecados, a comungar, a adorar, se não temos essa prática?

Quando estamos lhe dando com as coisas de Deus, estamos exercendo a função de incentivar o povo, então devemos ser os primeiros a MOSTRAR COM A NOSSA VIDA, com a nossa postura que amamos a Deus, que O honramos. E isso fará com que as pessoas percebam que, embora pecadores, existe algo sobrenatural em nós… Que música é essa? Que som é esse? E saberão que essa música flui de um coração que palpita de amor por Deus, de um coração que traduz em canções, vida de intimidade com Deus, seja cantando ou tocando.

DECIDA fazer a diferença na vida das pessoas, FAÇA com verdade e sirva a Deus com excelência. ATRAIA com a sua vida as pessoas para Deus.

Peça para que o Senhor inflame o seu coração e REDOBRE a medida do amor. AME, valorize seu ministério, sua história, ame seus irmãos, sirva com zelo e dedicação, para que em tudo Deus seja glorificado. Amém!

Deus te abençoe!
Projeto Levi

Inscrições encerradas para o Encontro de Música Litúrgica



O evento terá formação com Dom Marcony, bispo auxiliar de Brasília, e a participação de solistas do Coral Palestrina de Apucarana/PR. São eles: Cristiane da Matta, Marcos da Matta e Roselene dos Santos

​​Em parceria com a Arquidiocese de Brasília, o Projeto Levi e a Paróquia São Paulo Apóstolo, do Guará I, promovem o “Encontro de Música Litúrgica”, que acontecerá nos dias 01 e 02/09 (sábado e domingo), dentro da paróquia, localizada na QE 07 Lote F – Área Especial. Com a temática inspiradora e reflexiva: "Queres ver em que eu creio, venha à Igreja ouvir o que canto”, de Santo Agostinho, o intuito do encontro é fortalecer o cenário de canto litúrgico das paróquias do Distrito Federal. 

O bispo auxiliar de Brasília, Dom Marcony Vinícius Ferreira, abordará a realidade do canto a serviço da liturgia em conferência. Além da participação dele, o evento será ministrado por três solistas do Coral Palestrina de Apucarana/PR, tradicional grupo de música litúrgica que já tem mais de 40 CDs gravados, sob a regência da Irmã Custódia Maria Cardoso. São eles: Cristiane da Matta, Marcos da Matta e Roselene dos Santos. Com foco nas Santas Missas, os músicos apresentarão repertório voltado para toda a estrutura da liturgia eucarística, que pode ser executado nas comunidades locais. O evento conta com o apoio da editora Paulus e da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC).

O encontro também visa fornecer instruções litúrgico-musicais e apresentar vasto repertório musical. Voltada para toda a comunidade católica do DF, a iniciativa conta em especial com a presença de cantores, instrumentistas, regentes, animadores e grupos de liturgia. A taxa individual de inscrição, que possui o valor de R$30,00 (2º lote válido até o dia 30/08), inclui a apostila – com abordagem teórica, partituras e cifras – crachá, certificado de participação, almoço de sábado (01/09) e lanches dos intervalos.

Entre os assuntos teóricos a serem expostos, incluem-se: ministérios litúrgico-musicais, cantos que integram e constituem o rito, primazia da assembleia, participação do povo, diferenças entre canto litúrgico e canto religioso e elementos do canto litúrgico. Todo o conteúdo terá como referência os seguintes documentos da Igreja: Sacrosanctum Concilium, Instrução Geral do Missal Romano, Guia Litúrgico-Pastoral e os documentos da CNBB: “Animação da Vida Litúrgica no Brasil” (43), “Pastoral da Música Litúrgica no Brasil” (07) e “A música litúrgica no Brasil” (Estudo 79). Haverá estande da Paulus no encontro com a venda de CDs, livros e documentos. 

Sobre os músicos palestrantes

Cristiane e Marcos da Matta são responsáveis pela coordenação do canto pastoral da Diocese de Apucarana/PR e solistas do Coral Palestrina de Curitiba e de Apucarana/PR, sob a regência da Irmã Custódia Maria Cardoso, CIIC. Em 2013, o casal foi convidado a cantar para o Papa Francisco a música de autoria deles "O Enfermo é Meu Irmão", durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro/RJ. Compositora, professora de canto e de violão, Cristiane possui licenciatura em música pela Faculdade de Artes do Paraná/PR. Também é regente do Coral Catedral Nossa Senhora de Lourdes e do coral de crianças e adolescentes de Apucarana/PR. Há mais de 10 anos, o casal percorre várias cidades brasileiras para ministrar cursos litúrgico-musicais. Semanalmente, o casal ensaia toda a diocese local por meio do programa “Cantar ao Sol Maior”, transmitido pela Rádio Desterro FM, às terças-feiras, às 20h.

Roselene dos Santos é cantora, professora de canto, violão e teclado. Já gravou inúmeros solos nos discos dos grupos citados acima e no Hinário Litúrgico da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Cantou com Cristiane e Marcos da Matta para o Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em 2013, no Rio de Janeiro/RJ. Durante mais de 10 anos, desempenhou trabalho litúrgico-musical na Festa da Penha, em Vila Velha/ES. Leciona oficinas de canto, violão e teclado voltadas para crianças, adolescentes e adultos nas paróquias de Vila Velha/ES. Esteve em Brasília, nos anos de 2003 e 2004, ao ministrar o “Curso de Músicas Infantis”, e apresentou ao público católico brasiliense vasto repertório de canções litúrgicas voltadas para crianças, assessorando a regente Irmã Custódia Maria Cardoso. 

Serviço - Encontro de Música Litúrgica:
Data: 01 e 02 de setembro de 2018
Horários: 8h às 19h (sábado) e 8h às 12h (domingo)
Local: Paróquia São Paulo Apóstolo (Guará I/DF)
Endereço: QE 07 Lote F – Área Especial
Taxa de inscrição: R$25,00 (1º lote), R$30,00 (2º lote) e R$35,00 (3º lote)
Mais informações: (61) 99925-0706 e 99629-8227