23/05/2014

DICAS PARA A REGULAGEM DA VOZ NO MICROFONE

Como identificar o efeito do grave, do médio, do agudo? Qual frequência de regulagem é a mais indicada para a voz?

São perguntas que provavelmente já fizemos na intenção de alcançar o resultado mais adequado. Pensando nisso, reunimos as dicas abaixo, esperamos que sejam úteis:

Sons graves
Sensação de impacto na voz masculina baixo. Sugestão de frequência de regulagem: 80 a 125Hz.

Sons médio graves
Fundamentais da voz, não devem ser usadas com exagero em locais com muita reverberação. Sugestão de frequência de regulagem: 160 a 250Hz.

Sons médios
Esses valores são primordiais para a qualidade da voz. Sugestão de frequência de regulagem: 315 a 500Hz.

Sons médios
Importantes para a naturalidade da voz. Porém quando exageradas entre 315Hz e 1KHz faz a voz ficar como "de telefone". Sugestão de frequência de regulagem: 630 a 1KHz.

Sons médio-agudos
Área da definição dos fonemas fricativos (f, v, s, z) e acentuação das vozes. É um ponto crucial para a recepção da mensagem sonora. Não exagere no intervalo entre 2 e 4KHz, pois pode mascarar a fala de alguns sons, fazendo com que “m”, “b” e “v” se tornem indistinguíveis. Excessos em qualquer lugar entre 1K a 4KHz produz “fadiga auditiva”. Sugestão de frequência de regulagem: 1.25k a 4kHz.

Sons agudos
Acentuação da voz. A região entre 1.25K e 8KHz é responsável pela clareza e definição. Sugestão de frequência de regulagem: 5k a 8kHz.

Sons agudos

Excessos causarão ruído semelhante ao silvo ou assobio. Sugestão de frequência de regulagem: 10 a 16kHz.

Cortesia: Projeto Leví
Compartilhe: