15/10/2013

POSTURA NAS CELEBRAÇÕES E EVENTOS

1. Participar dos momentos nos eventos. Escutar, discernir, acompanhar, dar apoio musical, etc.;

2. Na Celebração Eucarística, o presidente é o sacerdote; portanto, antes de toda e qualquer celebração, converse com o sacerdote e exponha o que o ministério preparou em unidade com a equipe de liturgia;

3. Não converse durante a celebração, escolha antecipadamente as músicas e seus respectivos tons;
4. Se houver extrema necessidade de algum diálogo durante o evento, faça-o da forma mais discreta possível. Nada mais desagradável do que um ministério se entreolhando com ar desesperado, de “qual a próxima música?” ou “qual o tom?”;
5. Não chame a atenção do povo para si ou para seu grupo musical. Na missa, Jesus é o centro;
6. Não desvie a atenção das pessoas com “caras e bocas” durante a interpretação de uma música, nem na execução de um solo instrumental;
7. Escolha os cânticos de acordo com as leituras e tempo litúrgico. Não se pode cantar os hits, a não ser que se encaixem com o tema da celebração;
8. Durante a execução dos cantos o nosso corpo deve estar de acordo com aquilo que se canta. A expressividade é um todo. Ao cantar, os olhos, o corpo, a face corresponde ao que a música representa em nós e procura-se através das canções levar as pessoas a Deus!

A harmonia dos sinais (canto, música, palavras e ações) é aqui mais expressiva e fecunda por exprimir-se na riqueza cultural própria do povo de Deus que celebra”. CIC 1158.

9. Toquem de forma harmônica e com um volume que favoreça a oração;
10. Não use a harmonia mais complicada que vocês sabem tocar. Nas celebrações, precisamos ajudar o povo a rezar as canções. Acordes muito dissonantes não são os mais indicados nessas ocasiões;
11. Ensaie com o povo antes da missa. Ensine os cânticos novos e motive-os a rezar com eles.
12. Participe ativamente de cada momento da celebração, sente-se à mesa. Você também é um “feliz convidado para a ceia do Senhor”.
13. Se você é animador de música na liturgia, não multiplique as palavras. Não queira fazer uma homilia a cada música, nem queira roubar o papel do comentarista. Trecho do livro: Ministrando a música. Autor: Luiz carvalho - Com. Recado

Além das dicas acima, recomendamos manter o hábito de fazer uma breve oração antes e depois dos compromissos e interceder quando estiver a caminho dos eventos missionários.

Abraço fraterno!

Projeto Leví.
Compartilhe: